Serviços

Navegue nos nossos serviços clicando nos separadores abaixo. Contacte-nos se precisar de mais informações.
Serviços
A CAF (Common Assessment Framework), denominada em português por Estrutura Comum de Avaliação, é uma ferramenta de Autoavaliação da Qualidade desenvolvida pela EFQM (European Foundation for Quality Management) a pedido da Comunidade Europeia. É um modelo mais simplificado das exigentes normas EFQM e adequado às caraterísticas e especificidades de um organismo público, e que tem como objetivo principal proceder ao diagnóstico do seu desempenho numa perspetiva de melhoria contínua. Com a sua implementação visa iniciar-se um processo de melhoria contínua que leve ao desenvolvimento de uma sustentada cultura de Excelência. O modelo é adaptado de acordo com as especificidades da organização.

Para o setor da Educação, a CAF foi adaptada à realidade das escolas e agrupamentos e, até ao momento presente, a Another Step já aplicou o modelo em mais de 500 organizações (escolas, autarquias e Centros Novas Oportunidades). A duração habitual do projeto é de 12 meses, mas poderá variar de acordo com as especificidades da organização. A implementação desta metodologia de autoavaliação é efetuada em três etapas, a realizar sempre pelos consultores da Another Step em conjunto com a equipa interna designada pela organização (Equipa de Autoavaliação ou similar).
CAF e CAF Educação
Consultoria para apoio ou criação de Equipas de Autoavaliação (EAA) ou Observatórios da Qualidade. O apoio às EAA sustenta a definição de um projeto de avaliação contínua das diferentes dimensões da organização escolar, pilotando e monitorizando as políticas e metas constantes do Projeto Educativo de Escola ou Agrupamento. Neste âmbito, avalia-se o seu impacto e a consecussão dessas metas, disponibilizando um Relatório para análise pelos Órgãos de Gestão da instituição. Este apoio (ou Observatório) tem como objectivo monitorizar a qualidade da escola/agrupamentoe os processo do ensino-aprendizagem, medindo também o grau de satisfação da comunidade educativa. Aplicando inquéritos regularmente, os Planos de Melhoria sugeridos sustentam-se nos aspetos que não se encontrem de acordo com as necessidades da escola/agrupamento. Este processo permitirá a tomada de decisões fundamentadas e a organização de modelos próprios de intervenção. O apoio às EAA encontra-se dividido em 4 áreas:
  • Organização e Gestão;
  • Ensino e aprendizagem;
  • Cultura de Escola;
  • Aspetos positivos e áreas de melhoria.
Apoio a Equipas de Autoavaliação
A Gestão por Processos é cada vez mais um fator decisivo para o bom funcionamento de uma organização, apoiando a implementação da sua política e estratégia. Com o objetivo de corresponder às crescentes exigências de Qualidade das organizações, procura-se melhorar continuamente os processos e os meios de controlo dos mesmos. O "Manual de Gestão por Processos" é um elemento orientador e descritivo da organização funcional, responsabilidades, atividades e procedimentos, que permite compreender como o trabalho se desenvolve na organização revelando, na sua construção, problemas e ineficiências. Melhorando a eficiência interna da organização, permite melhorar a sua qualidade global, aumentando a satisfação dos colaboradores e da comunidade. A duração do projeto é de 12 meses e é efetuada pelos consultores da Another Step em conjunto com a equipa interna designada pela organização.
Gestão por Processos

A Another Step dispõe de um leque variado de opções de formação acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (CCPFC), sempre adaptada ao perfil das diferentes organizações, das quais destacamos:

  • Apoio à flexibilidade curricular
  • Apoio à implementação do EQAVET
  • Gestão da Mudança
  • Gestão por Processos
  • Implementação da CAF e CAF Educação
  • Liderança e gestão de equipas
  • Tecnologias na Escola (planos TIC e envolvimento dos atores)
  • Outras (desenhadas à medida do cliente)

Consulte-nos se pretender mais informações sobre formação (acreditada e não acreditada).

Formação acreditada

Gerir uma escola ou um sistema educativo local, ambicionar ser melhor, ter uma visão de futuro suficientemente clara e mobilizadora para federar esforços no trilhar de caminhos de inovação, excelência e da melhoria contínua, não é uma tarefa fácil. No entanto, é o que hoje se exige aos gestores que lidam com a questão educativa.

A Qualidade tem sido uma questão sempre colocada com particular acuidade, nomeadamente quando o que está em causa é o sistema responsável pela educação dos futuros intervenientes de uma sociedade cada vez mais exigente ao nível das competências e capacidades dos seus cidadãos. As autarquias têm um importante papel a desempenhar neste desafio e que se pode revelar determinante para o sucesso de toda uma geração de jovens: federar esforços para dar visibilidade aos movimentos de melhoria através da constituição de um Observatório da Educação.

Não basta ter dados sobre a Educação. A criação de um Observatório Municipal da Educação permite a definição de um projeto de monitorização contínua de todo o sistema de educação local, pilotando a implementação da Carta Educativa do Município, avaliando o seu impacto e, ao mesmo tempo, proporcionando apoio à realização da autoavaliação das escolas.

Dimensões de Análise
As dimensões de análise são (resumidamente):

  • Acompanhamento dos resultados dos alunos
  • Aspetos positivos/áreas de melhoria da Escola
  • Atividades de apoio
  • Conhecimentos de programas municipais de apoio à educação
  • Cultura de Escola
  • Educação para a Saúde
  • Ensino e aprendizagem
  • Horário de funcionamento das valências de apoio (Pré-escolar, JI e 1.º ciclo)
  • Integração
  • Organização e gestão das escolas
  • Organização e Gestão das escolas
  • Perceção da qualidade do ensino, incluindo hábitos dos discentes e dos docentes relativamente à educação, saúde e cultura)
  • Qualidade dos edifícios
  • Satisfação com a oferta educativa e cultural do município
  • Satisfação com o sistema educativo local
  • Segurança (dos equipamentos e das pessoas plano de evacuação da escola);
  • Transportes escolares
  • Uso e integração das TIC
  • Outros


Objetivos
A monitorização do sistema educativo local através do Observatório fornecerá um importante manancial de informação (temporalmente referenciado) que permitirá a reflexão conjunta (em sede de CME) sobre resultados, práticas e experiências inovadoras no concelho, contribuindo para a disseminação de boas práticas e estratégias de ensino/educação. Este Observatório fornecerá um importante manancial de informação (temporalmente referenciada) que permitirá a reflexão conjunta (em sede de CME) sobre resultados, práticas e experiências inovadoras no concelho, contribuindo para a disseminação de boas práticas e estratégias de ensino/educação. Resumindo, servirá para:

  • Apoiar a decisão estratégica fundamentada na área da educação
  • Apoiar a monitorização e (re)desenho da Carta Educativa do concelho
  • Apoiar a reflexão sobre as práticas existentes nas escolas
  • Contribuir para a melhoria das práticas e dos processos educacionais
  • Dar visibilidade à qualidade da educação e aos projetos de educação no concelho
  • Divulgar dados sobre a educação no concelho (projetos, sucessos, escolas, impacto, satisfação, desenvolvimento demográfico da população em idade escolar, entre outros)
  • Federar esforços de melhoria na educação, envolvendo a comunidade local (autarquia, escolas, empresas, cidadãos)
  • Retratar os hábitos de estudo e culturais da população discente
Observatórios da Educação